Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Uma vida igual a outras

Aqui nada se escreve, tudo se transforma... Uma história de vida igual a outras...

Aqui nada se escreve, tudo se transforma... Uma história de vida igual a outras...

Uma vida igual a outras

08
Jul18

Filhos de um Divórcio

Cris

images.jpg

 Quando nos separamos a Ana tinha 4 anos. 

Foi uma guerra longa e dura que durou 1 ano nos tribunais, no fim terminou com guarda compartilhada. 

Nessa altura chorei durante dias, foi uma dor agonizante, malditas sextas... O dia da ida para o pai era o dia em que o meu coração se partia em mil.

No inicio ainda havia muita raiva, odio e dor, e posso dizer que o primeiro ano de guarda compartilhada foi um inferno. Sentia que o meu peito ia explodir a qualquer momento, e não aceitava o facto de passar uma semana sem poder ver a minha filha...

Quando duas pessoas foram tão próximas como eu e o pai da Ana, e viveram uma próximidade de uma maneira única, aquilo que podemos chamar de intimidade, e que termina da maneira que terminou, ficam marcas para sempre na nossa memória, e é portanto inutil e ingénuo tentar apaga-las, acabando com o tempo, a aprender a conviver com elas.

Hoje e nos ultimos 3 anos, temos conseguido conciliar as coisas, é obvio que não nos lambemos, falamos o minimo e indispensavel e a maior parte das vezes nunca estamos de acordo, mas fazemos um esforço por estar presentes e lado a lado nos momentos importantes da vida dela. 

Felizmente para a Ana, têm um "padrasto" e uma "madrasta" espetaculares e que ajudam muitissimo no seu crescimento e educação.

Há um ano, foi a 1ª comunhão da Ana, e pude constactar que, das 18 crianças que estavam lá. 6 eram filhos de pais separados, e apenas nós e mais um casal é que esteve lado a lado e fez o almoço da comunhão em comum, bem como participamos lado a lado no coro da missa, que era composto pelos pais das crianças. 

Alguns pais  nem a missa apareceram, e isso mecheu comigo ( mesmo não tendo nada a ver com isso) porque não entendo... Nestas idades nós os pais, somos os super herois dos nossos filhos, e não há nada mais feliz para eles do que nos ter lá naquele dia naquele momento. Cabe-nos a nós adultos proporcionar o bem estar fisico e emocional das crianças, e por mais sapos que tenhamos de engolir ( daqueles gordinhos com as patinhas a mexer) temos de o fazer, porque eles são os únicos que não tem culpa. 

Penso que apesar de todas as situações, sinto-me orgulhosa por a Ana ter dois pais que a acompanham ao longo da vida ambos da mesma maneira 50/50.

Ambas as famílias, por mais que não se falem, fazem um esforço enorme por se comportar e tentar conviver em comum quando as situações assim o obriga, e isso faz de mim uma mãe orgulhosa.

Já passaram 6 anos do divórcio, estou a mais tempo separada do que estive casada, e hoje acho que apesar das correntes e das tempestades ambos encontramos o rumo certo. 

Hoje estou com alguém que amo mais de dia para dia, estou com aquela pessoa que tanto pedi a deus e nos desabafos com a minha almofada. - Mas essa história fica para outro post. 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D